Mourão diz que prefeito de Nova York ‘ofende todo o Brasil’ ao criticar Bolsonaro

O vice-presidente Hamilton Mourão disse na noite de sábado que o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, ofendeu todo o Brasil ao criticar o presidente Jair Bolsonaro. Na sexta-feira, de Blasio comemorou a desistência de Bolsonaro de participar de um evento na cidade americana. Pelo Twitter, disse que o brasileiro era um valentão “que não aguenta um soco” e “fugiu”.

Mourão usou a mesma rede social para rebater o comentário e afirmou que de Blasio atacou Bolsonaro sem conhecê-lo. “O prefeito @BilldeBlasio surpreende quem tem Nova York como a cidade que universalmente acolhe pessoas de todas as origens, culturas, crenças e opiniões. Ufano, ataca @jairbolsonaro sem conhecê-lo e ofende todo o Brasil, que é representado, democraticamente, por seu Presidente”, escreveu o vice-presidente.

Bolsonaro seria homenageado pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos no próximo dia 14 de maio. A realização do evento começou a enfrentar resistência quando o Museu de História Natural de Nova York, que sediaria a cerimônia, se negou a receber o presidente brasileiro. A instituição disse que havia concordado em abrir o espaço para o evento da Câmara de Comércio antes de o homenageado ser apresentado, informa o Extra.

O anúncio do museu repercutiu entre outros grupos críticos ao presidente americano, como ativistas de direitos LGBTQ e representantes de minorias, que pressionaram eventuais patrocinadores a boicotar a homenagem. Bill de Blasio, político de esquerda do Partico Democrata, se engajou na campanha contra a homenagem e chegou a afirmar que Bolsonaro era um “homem perigoso”.

06/05/2019


Warning: A non-numeric value encountered in /home/storage/1/30/09/reporterchapreta/public_html/wp-content/themes/portal2017/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009